A Igreja hoje - Ratificando a trajetória

“Ao 1º dia de julho de 1.888, na sala do culto, ao meio dia, estando presentes o abaixo assinado (Rev. George Anderson Landes) e diversas pessoas reunidas para o culto divino, procedi de receber como membros da igreja as seguintes pessoas”; segue-se então uma lista contendo 78 nomes, onde aparecem os Pugsley, Ferreira, Brito, Oliveira, Souza, Costa, Ribas, Auler, Moraes, de Paula, Barddle, Reis, Samways, Müller, Squires, Boddy, Westley, Gonçalves e Oliveira.

Consta desta ata a promessa e o pacto solene que fizeram estes pioneiros, na dependência do poder de Deus, como igreja organizada, de conservar a pureza e harmonia de toda a corporação.

Somos herdeiros desta rica tradição e, passados 119 anos, vivendo num mundo de constantes transformações, buscamos a modernização, sem abrir mão dos fundamentos de nossa fé. Este é o desafio: ser atual e relevante, sem descambar para o fugaz e inconsistente.

Começando por esta galeria de fundadores, mais de 8000 almas inscreveram o seu nome na história de nossa Igreja, ao longo de mais de um século. Presentemente, somos mais de 2200 membros que testemunham a Cristo, servindo a Deus e ao próximo.

Temos uma visão abrangente do ministério, procurando realizar a missão integral. Um esforço muito grande tem sido feito pela Igreja Presbiteriana do Brasil para conscientizar sínodos, presbitérios e igrejas locais quanto à necessidade de que a igreja expresse o Evangelho, também, através da ação social e da educação, ao lado da evangelização. A Igreja Presbiteriana de Curitiba nasceu com esta marca, tornando-se um paradigma para outras comunidades, desde as mais próximas até as mais distantes, não só presbiterianas, como evangélicas em geral.

A atenção às crianças, por meio do Lar Hermínia Scheleder, do Centro Educacional Miriam, da Escola João Lupion Filho. A preocupação com a cultura e a música encontram no Laudate, escola de referência, a sua melhor expressão.

A história da IPC sempre foi marcada pelo interesse no ser humano. Das inúmeras campanhas que promoveu e colaborou, destaca-se a organização da Sociedade Evangélica Beneficente - SEB, mantenedora do Hospital Evangélico, o maior hospital particular do Estado.

Nossa Igreja sempre esteve preocupada em forjar em seus membros o caráter de Cristo, remetendo-os à sociedade como luz do mundo e sal da terra. Quer nas destacadas funções públicas, quer nas profissões mais modestas, os presbiterianos sempre foram referência de confiabilidade e esperança.

            Nossa Igreja sempre se constituiu em plantadora de novas igrejas e procurou dar sua parcela de contribuição na evangelização mundial. Os desafios que nos são apresentados clamam para que confirmemos nossa história, assumindo com vigor o nosso papel na evangelização dos povos.

Rev. Juarez Marcondes Filho